Indústrias acumulam saldo positivo de 3.002 novos postos de trabalho em MS

O setor industrial de Mato Grosso do Sul, que é composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, já registra saldo positivo de 3.002 novos postos de trabalho no período de janeiro a outubro deste ano, resultante de 49.106 contratações e 46.104 demissões, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems. 

Além disso, somente em outubro, o saldo positivo é de 247 vagas, resultado de 4.546 contratações e 4.299 demissões.

Para o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, enquanto no mês de outubro os maiores saldos foram nas indústrias alimentos e bebidas (+323), indústria mecânica (+46), calçados (+44) e indústria da madeira e do mobiliário (+42), nos primeiros dez meses deste ano os maiores saldos foram nas indústrias alimentos e bebidas (+1.035), química (+922), indústria da construção (+361), indústria metalúrgica (+236), indústria da madeira e do mobiliário (+189) e indústria mecânica (+145).

"O conjunto das atividades industriais em Mato Grosso do Sul encerrou o mês de outubro de 2018 com 123.322 trabalhadores empregados, indicando elevação de 0,23% em relação a setembro, quando o contingente ficou em 123.042 funcionários. Atualmente, a atividade industrial responde por 19% de todo o emprego formal existente em Mato Grosso do Sul, ficando atrás dos setores de serviços, que emprega 191.899 trabalhadores com participação equivalente a 29,6%, administração Pública, com 133.908 empregados ou 20,7%, e comércio, com 126.476 empregados ou 19,5%", detalhou Ezequiel Resende.