Mutirão de oftalmologia atende 2500 pessoas da fila em MS

A Secretaria estadual de Saúde começou nesta terça-feira (4), em parceria com o hospital do Câncer Alfredo Abrão, em Campo Grande, um mutirão de cirurgias eletivas com foco em oftalmologia. A estimativa é que sejam realizadas diariamente 500 consultas e 300 cirurgias oftalmológicas, totalizando 2.500 procedimentos nessa etapa de atendimentos.

As consultas começaram a ser realizadas nesta terça e as cirurgias serão feitas a partir de sexta-feira (7) com atendimentos a pacientes dos 79 municípios dos estados que aguardam na fila do SUS (Sistema Único de Saúde) encaminhados pelas Centrais de Regulação. Também será atendida a demanda espontânea, dando prioridade às pessoas acima dos 55 anos.

Os pacientes operados terão três retornos: o primeiro, realizado dois dias após a cirurgia; o segundo sete dias depois; e o último retorno 30 dias após o procedimento. A previsão é que os atendimentos e cirurgias ocorram até 16 de dezembro, podendo ocorrer prorrogação das ações. A ação acontece em cumprimento à Portaria 2.895 de 12 de setembro de 2018 do Ministério da Saúde, que ampliou os recursos para as cirurgias eletivas em Mato Grosso do Sul, após o Estado atingir a meta estabelecida pelo Ministério.

A Portaria aporta recursos extras para oito estados e alguns municípios que excederam a meta previamente estabelecida em Portaria de maio de 2017, que era de R$ 3,36 milhões. Mato Grosso do Sul usou R$ 3,54 milhões. A Portaria fez o remanejamento dos recursos dos estados e municípios que não executaram as metas de cirurgias eletivas fazendo com que sobrassem recursos federais para este fim, informa o Governo estadual.